20 de maio de 2015

Como fazer Fotos de longa exposição de rios e do mar II


Nesta parte vamos ser mais técnico

01 Escolha o local e o horário

O ideal é que você esteja perto do mar (claro), longe de ondas, sem movimentação de pessoas na água e que seja bem cedo ou no final do dia, pois a luz está melhor. Na verdade o ideal é que não tenha partes com sombras e outras com sol direto na paisagem.

02 Veja a tábua de marés


Isso vai definir não apenas se você vai sair cedo ou tarde de casa, pois esse tipo de foto fica melhor com a maré baixando, isso garantirá que as pedras estejam molhadas, dando mais beleza. Se você for um dia antes e observar onde vai fazer a foto, dai dar pra escolher um local ou um angulo que tenha por exemplo uma onda que quebra melhor em determinado nível do mar.


03 Encontre o seu plano

O ideal é fazer isso sem tripé, enquadrar algo no fundo é interessante, vai servir como ponto focal, como na foto a cima que enquadra o farol.

04 Mantenha a cabeça no lugar



Com a câmera no tripé, o melhor é usar um nível para que não crie aquele efeito irritante de foto inclina. A minha D7000 da Nikon, vem como essa função quando ligado o live view.

05 Use o display da sua câmera

Nesses momentos agradeço a evolução da fotografia, que hoje nos permite olhar pela tela da câmera e ver o enquadramento, mais funcional ainda é ser possível (e recomendado para esse tipo de fotografia) regular toda a câmera sem precisar olhar no visor.


05 Prepare a câmera para clicar

Para chegar a velocidade ideal do obturador por bastante tempo, coloque a camera no modo A (prioridade de abertura), defina uma ISO bem baixa, tipo 100 e ponha a abertura perto de f/16 (bem fechada). Concentre-se e abra e feche um pouco o diafragma, até chegar na luz ideal. Omais importante é você testar, entre também no modo manual e faça seus próprios testes.

06 Foco manual  


Ponha no foco manual e após encontrar a nitidez pretendida, trave o foco passando ele para manual e não mecha mais, pois no momento da foto ela vai tentar achar o foco e vai ficar diferente da sua proposta.

07 Filtros são fundamentais para melhor resultado, entenda porque


Foto estourada por causa do excesso de luz
 O que acontece é que a longa exposição exige pouca luz no ambiente para que a foto não estoure, ficando tudo branco, principalmente quando há muita luz.  Os filtros NDs são como óculos escuros p/ a lente onde vai diminuir a luz que entra no obturador, forçando a câmera a ficar mais tempo com o obturador aberto, aumentando o efeito leitoso na água.


Temos também os filtros graduados, como este da foto acima. Este frilto começa escuro e vai ficando mais claro, ideal para que o céu não estoure na foto. Recomendo um de 2 paradas (filtro 0,6), é uma boa escolha e vai fazer maravilhas na maioria das fotos de paisagens.

09 O sal

Como você está na praia, leve seu equipamento de limpeza para lentes, a maresia vai impregnando e com o tempo seca e fica ruim de sair. Arrume uma toalha também, no caso de vim uma onda maoir e te pegar de surpresa!


Veja primeiro:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...